A Construção do Pensamento Científico na Formação Médica

Autores

  • Guilherme Bezerra de Castro Hospital Santa Rosa

DOI:

https://doi.org/10.52908/coorte.v0i05.28

Resumo

A dificuldade do jovem médico em adotar modelos de desenvolvimento científicos, traduz-se em abandono da possibilidade de pertencer a um mundo com perfil de ser restrito e elegível a génios. A construção científica, no entanto, é dominada por pequenos elementos que estão muito distantes de sofisticados laboratórios e está mais relacionado a um longo e permanente exercício de observação e questionamento. Dissertar sobre esse tema tenciona despertar o
espírito científico latente em todos os seres humanos, independente da sua formação educacional e que se encontra mais próxima dos profissionais da saúde, onde a atenção é necessária para sua atuação.
Palavras chaves: Ciência Médica. Orientação Científica.

Biografia do Autor

Guilherme Bezerra de Castro, Hospital Santa Rosa

Médico, Especialista em Cirurgia Oncológica e Mastologia.
Investigador Senior do Departamento de Genética Médica da Universidade Nova de Lisboa.
Diretor Técnico do NUTEC-Hospital Santa Rosa.
Diretor Técnico da Maio Clinic, Portugal.

Downloads

Publicado

08/14/2016

Como Citar

Castro, G. B. de. (2016). A Construção do Pensamento Científico na Formação Médica. COORTE - Revista Científica Do Hospital Santa Rosa, (05). https://doi.org/10.52908/coorte.v0i05.28