Anquiloglossia e alterações relacionadas à amamentação em recém-nascidos do Hospital Universitário Júlio Müller - Cuiabá-MT

Aline Casavechia Battaglini, Roberta Priscila Botini, Adriana Maria Silva Lima Valente, Gabriela De Luccia Dutra

Resumo


Introdução: A língua é um órgão especializado localizado na cavidade oral,
participando ativamente das funções de sucção, deglutição, mastigação e fala.
A superfície inferior da língua encontra-se presa ao assoalho da boca por uma
prega mediana de membrana mucosa denominada frênulo da língua. Às vezes
o frênulo pode estender-se até próximo do ápice da língua e nesta condição
interferir na sua protrusão, podendo gerar problemas na movimentação lingual
com consequências funcionais na alimentação principalmente durante a fase de
amamentação, na deglutição e na fala.
Objetivo: Descrever a ocorrência de alterações relacionadas à amamentação
em recém-nascidos identificados com anquiloglossia.
Método: Participaram da pesquisa 16 recém-nascidos com até 10 dias de vida,
no Hospital Universitário Júlio Müller. Na presença de alteração ao exame clínico
inicial, realizou-se reavaliação aos 30 dias de vida. Foi utilizado o Protocolo
de Avaliação do Frênulo da Língua que permite, por meio de inspeção visual,
identificar a anquiloglossia e classificá-la quanto à espessura e fixações na face
sublingual e no assoalho da boca.
Resultados: Entre os 16 avaliados, foram encontrados 2 recém-nascidos, ambos do sexo masculino, com alteração do frênulo lingual e fixação na face sublingual entre o terço médio e o ápice, sendo que apenas um deles apresentou alteração em suas respectivas funções estomatognáticas.
Conclusão: A incidência de recém-nascidos com presença de alteração do
frênulo lingual é significativa, portanto, a identificação precoce em recém-nascidos, possibilita em tempo hábil o melhor tratamento para os distúrbios da sucção e prevenção de futuros problemas de mastigação e fala.
Palavras Chaves: Freio lingual, Recém-Nascido, Aleitamento Materno


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2016 COORTE - Revista Científica do Hospital Santa Rosa

* e-ISSN:  2358-3622

*    ISSN: 2178-0544

_____________________________________________________________________________________________________________________

Indexada em: