Tendência temporal de mortalidade por doenças do trato gastrointestinal.

Thalyta Adriane Ewald, Mariana Gomes Frisanco, Julia Ribeiro Romanini, Luana Clementino Martiniano, Sarah Fernandes Pereira, Ana Carolina da Silva, João Duarte da Silva Neto, Ageo Mário Cândido da Silva, Walkiria Shimoya-Bittencourt

Resumo


* DOI: 10.52908/coorte.v0i12.189

Resumo

Introdução: As alterações do trato gastrointestinal e suas patologias são causas recorrentes de internação na população em geral, assim como o número de óbitos pelas mesmas causas cresce devido a aspectos sociais e culturais associados ao estilo de vida da sociedade atual, combinando alimentação inadequada e sedentarismo a diversos outros fatores que podem influenciar na morbimortalidade. Objetivo: Verificar a tendência de mortalidade por doenças do trato gastrointestinal segundo as diferentes faixas etárias no Estado de Mato Grosso. Método: Estudo de abordagem quantitativa ecológico, orientado em séries temporais de óbitos pesquisados na base de dados do DATASUS, referente ao período de 1996 a 2017, estratificado por faixa etária. A análise da tendência foi realizada por modelos de regressão polinomial. Resultados: Observou-se que a faixa etária < 10 anos teve tendência decrescente (p < 0,05) no número de mortes por doenças do trato gastrointestinal, da mesma forma que nas faixas etárias de 10 a 19 anos (50,45%), 20 a 29 anos (19,84%), 40 a 49 anos (6,70%), obteve- se queda no coeficiente de variações. A faixa etária que se destacou com uma tendência crescente foram os > 60 anos com aumento de aproximadamente 60%. Conclusão: A taxa de mortalidade por doenças do trato gastrointestinal no período de 1996 a 2017 no estado de Mato Grosso foi maior em idosos, baixa em crianças menores de 10 anos, e apresentou declínio em adolescentes e adultos. Assim, torna-se necessário o estabelecimento de estratégias de promoção à saúde gastrintestinal em populações geriátricas.

 


Palavras-chave


Doenças do trato gastrointestinal; Faixa etária; Mortalidade por doenças gástricas

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.52908/coorte.v0i12.189

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2021 COORTE - Revista Científica do Hospital Santa Rosa

* e-ISSN:  2358-3622

*    ISSN: 2178-0544

*  DOI:  10.52908

_____________________________________________________________________________________________________________________

Indexada em: